Relembre a participação de Rodrigo Terpins na 22ª edição do Rally dos Sertões

Como muitos dizem, o amor pelo esporte vem de família, e no caso do piloto Rodrigo Terpins, ele herdou o talento e a dedicação a vida esportiva de seu pai, Jack Terpins, que foi um grande jogador de basquete durante a juventude. Já o piloto, por sua vez, é adepto a prática do rally, sendo um dos principais nomes dessa modalidade a nível nacional.

Durante os anos 60, Jack Terpins jogou basquete profissional pela equipe do Hebraica, mas mesmo após se aposentar das quadras de basquete e ter recomeçado em uma nova carreira, como empresário, Jack permaneceu sendo uma importante influência no meio esportivo pelo fato de incentivar o esporte como um método de formação para os jovens de hoje em dia.

Seguindo os passos do pai, Rodrigo Terpins é considerado como um esportista modelo, que se dedica plenamente ao esporte e está sempre ativo nos torneios em que participa. Entre as competições de maior destaque de sua carreira, é possível citar a 22ª edição do Rally dos Sertões, que é o maior torneio off-road do Brasil, conhecido por seu complexo nível de dificuldade.

Nessa edição do rally, os pilotos e navegadores começaram o campeonato tendo que percorrer um trecho de quase 150 km a partir de Goiânia, trajeto este marcado por estradas difíceis, que forçaram a habilidade e os conhecimentos logísticos dos esportistas. Apesar disso, Rodrigo Terpins e sua dupla, o navegador Fabrício Bianchini, conseguiram driblar os fatores adversos e terminaram essa etapa da competição em cerca de 2 horas, o que lhes rendeu a sétima posição entre os participantes da categoria Protótipos T1.

Em entrevista sobre a etapa inicial, o piloto destacou que o mais difícil desse trajeto foram os diversos tipos diferentes de terreno, que elevaram o nível de dificuldade e exigiram muito das duplas. Mesmo assim, ele admitiu que conseguiu controlar bem o seu automóvel, o que permitiu que a dupla realizasse todas as ultrapassagens planejadas e conquistasse um resultado positivo.

Com a soma de suas sete etapas, a 22ª edição do Rally dos Sertões teve cerca de 2.500 km percorridos pelos participantes, passando por dois estados diferentes do centro-oeste brasileiro. No ranking geral, Rodrigo Terpins e sua dupla, Fabrício Bianchini, chegaram a conquistar algumas colocações no pódio, terminando o torneio com a oitava posição da classificação final, a qual contou com mais de 35 pilotos.

Segundo os comentaristas da modalidade, a 22ª edição do Rally dos Sertões foi marcada como uma das mais difíceis e desafiadoras desde que a competição começou a ser disputada. Por essa razão, a conquista do Top 5 em determinadas fases e a conclusão entre os oito primeiros colocados foi uma importante vitória para a dupla, que dirigiu o automóvel de número #326.

Sobre sua participação no campeonato, Rodrigo Terpins declarou ter sido um importante aprendizado para a carreira de praticante do rally, tendo em vista que houveram várias experiências marcantes no decorrer do torneio. Ele também ressaltou que o trabalho e o auxílio de toda a equipe foram essenciais para os resultados favoráveis.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *