Descubra mais sobre a participação de Rodrigo Terpins no Rally dos Sertões

Com talento para o esporte desde jovem, Rodrigo Terpins herdou essa habilidade do seu pai, Jack Terpins, que também fez sucesso na prática esportiva durante a juventude. Ao tempo em que Jack fez carreira como jogador de basquete, Rodrigo, por sua vez, é um reconhecido piloto de rally, que já participou de vários torneios importantes da modalidade no país.

No basquete, Jack Terpins jogou durante os anos 60 e 70, defendendo a equipe do Hebraica. Depois de encerrar a carreira nas quadras do esporte, ele começou a atuar como investidor imobiliário e empresário, porém sem nunca deixar de ser um nome relevante no cenário esportivo, devido a sua posição como grande incentivador do basquete entre os jovens.

Como esportista, Rodrigo Terpins demonstra grande comprometimento e dedicação ao rally, já tendo obtido ótimos resultados no esporte ao longo da carreira. Um dos torneios em que ele se destacou foi durante a 22ª edição do Rally dos Sertões, considerado o principal campeonato off-road do país, além de muito acirrado devido ao alto grau de dificuldade.

No início da 22ª edição do rally, todas as duplas participantes passaram por um percurso de 150 km em Goiás, o qual era tomado por terrenos instáveis e de difícil acesso, o que determinou que os pilotos tivessem que demonstrar suas habilidade e controle de seus automóveis. Nessa etapa, a dupla formada por Rodrigo Terpins e Fabrício Bianchini foi capaz de controlar bem as instabilidades do percurso e finalizaram a prova em pouco mais de duas horas, alcançando assim a sétima colocação entre os participantes da categoria Protótipos T1.

Sobre o início da competição, o piloto destacou que sua maior preocupação era acerca da suspensão do veículo, que caso não estivesse em perfeito estado, poderia causar problemas ao longo da prova. Contudo, esse fator não trouxe problemas e a dupla formada pelo piloto conseguiu superar as dificuldades da primeira etapa de modo admirável.

Ao fim da 22ª edição do Rally dos Sertões, a competição foi composta por cerca de 2.500 km rodados, divididos por sete etapas que passaram por dois estados diferentes. No resultado geral, Rodrigo Terpins e o navegador Fabrício Bianchini encerraram sua participação no rally na oitava colocação da categoria disputada, em que haviam mais de 30 participantes.

Segundo a opinião dos especialistas em rally, essa edição do Rally dos Sertões se destacou entre as mais complexas e acirradas que já existiram até então. Por esse motivo, ter chegado ao Top 5 no final de algumas provas e terminar a competição com a oitava posição foi visto como uma importante vitória da dupla, que ao longo do torneio comandou o automóvel #326.

Em relação a esses resultados positivos em um dos torneios mais relevantes do Brasil, Rodrigo Terpins declarou em entrevista que tudo isso só se tornou realidade devido a união e ao esforço coletivo de toda a sua equipe. Em uma modalidade tão exigente e difícil como essa, o piloto ressaltou que o trabalho em equipe de diversos profissionais dedicados é o grande segredo para a conquista de bons resultados.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *